[mega-resenha] Porquê que Houseki no kuni me venceu


Ohayou ^^ Como prometido é devido, trago a resenha de um dos animes que já entrou no meu top de favoritos, certamente para ficar. Trata o conceito de género de uma maneira que me agrada imenso e torna-se gradualmente mais maduro e denso psicologicamente. É um anime de 12 episódios realizado pelo estúdio orange que adpata o mangá de mesmo nome, fazendo uso de arte CG de uma maneira que impressionou toda a gente pela positiva. Aqui recomendações de outras pessoas: [www www www]

Um típico post natalício + wishlist


Feliz natal, minna! Eu tenho estado mesmo, mesmo ocupada, o meu semestre da faculdade ainda não acabou e só temos uns dias de pausa por causa das festas de natal e ano novo, então esperem reencontrar-me lá para Fevereiro. Isto dito, tenho um post semi-feito que espero publicar a seguir ao dia de natal. Este post funciona mais como uma listinha de coisas que desejo, coisas que tenho feito - para além de me atualizar nos posts da Hina-clone e ver um filme da Heidi com pessoas reais hoje, com a minha mãe e irmã - e coisas que estou a planear fazer, algumas delas em relação ao blog. Portanto, cá vamos: